segunda-feira, 31 de março de 2014

PANDORGA

Mais uma vez estou aqui para brincar com a Chica Você quer brincar também? Então, acesse AQUI e saiba como.
Hoje a brincadeira é com a palavra PANDORGA. Você sabe o que é? Não? Sim?
Eu não sabia, mas aprendi com a Chica. Valeu. 



                           Minha participação:

Até a próxima!

sábado, 29 de março de 2014

UMA IMAGEM - O AMOR E A LUA

Mais um fim de semana e mais uma Blogagem - Uma imagem, 140 caracteres. Uma iniciativa da Silvana e da Mari, passa lá nos blogs delas e aprecie a criatividade das participantes. Clique AQUI e AQUI.



                 Minha participação.

Um ótimo fim de semana com muito amor, isso é o que mais precisamos. O resto é consequência. Beijos a todas.     


Até a próxima!!

KAWAII # FOFURICES!

Oi...oi...Tudo bem com vocês? Já de pronto quero fazer uma pergunta. Vocês sabem o que significa KAWAII? Você já ouviu essa palavra?
Bem, eu já tinha visto muito deles por aí, mas nunca tinha me ligado! E pensar que eu amo essas coisinhas!!!
Então, eu descobri que Kawaii é um termo muito usado no Japão que significa "fofura", cute”, “adorável”, “amável”, “doçura”, “bonito”, "lindinho",etc. 













Encontrei uns vídeos de uma menina linda que ensina a confeccionar algumas dessas fofurices, resolvi então me aventurar e fazer disso o meu projeto do Mês para o Blog da Bruxinha. Acessem lá e vejam que maravilhas. 


Projeto KAWAII












Esse vídeo ensina a fazer essa fofurice em feltro. 

Para acessar o Blog da Tammy, clique AQUI.


 O jogo da velha eu fiz utilizando as pecinhas com várias expressões. Foi uma gostosura de fazer. As crianças amaram.
                               
                                      

                      




Minha participação por é hoje é esta.

Se você desejar saber mais sobre Kawaii, clique AQUI.



Até a próxima!! Beijos a todas.

terça-feira, 25 de março de 2014

BLOGAGEM COLETIVA - O MISTÉRIO DA CASA NA PONTE

Olá a todas que me visitam! Gentem... até que enfim eu pude participar dessa blogagem coletiva, devo confessar que há muito tempo tenho me preparado para ela. É  a 39ª Blogagem Coletiva do Blog Café entre amigosseguro viagem e vocês não imaginam a criatividade do povo que está participando lá. Façam uma visitinha e leiam os contos dos amigos blogueiros, um mas cativante do que o outro!

CONTO

O mistério da casa na ponte

A casa ficava em outra extremidade da ponte, bem distante do vilarejo mais próximo. Era uma vista belíssima, a casa, a ponte e as colinas ao fundo era como se fosse um lindo quadro que a natureza pintara.
Para ter acesso ao vilarejo, havia um único caminho, atravessar a ponte, contornar a propriedade onde ficava a casa e caminhar por um longo trecho por entre as colinas. Contudo, toda pessoa que passasse por lá, parava pelo menos por alguns instantes para observar a Mansão Wilcox quando a avistava. Para uns era uma sensação de morbidez, no entanto para outros, a arquitetura antiga que envolvia todo o casario era motivo de apreciação.
Desde que o último descendente morrera, a casa estava sob os cuidados de uma rede de bancos de um determinado centro cosmopolita do oriente. A propriedade fora resgatada devido às dividas contraídas em vida por esse herdeiro em suas extravagantes viagens à China.  Desde então, por ocasião de sua morte, a casa mantivera-se fechada, aguçando ainda mais a curiosidade daqueles que passavam por ela e perpetuando uma áurea de mistério.
Um dia, ao cair da noite, alguns moradores da vila ao atravessarem a ponte perceberam luzes em algumas das janelas da casa. No vilarejo relataram o ocorrido e todos se perguntaram sobre o que estaria acontecendo. Isso se verificou nas noites seguintes, mas ninguém tinha coragem de descobrir o que ou quem estaria na casa, já que durante o dia a casa permanecia fechada e sem nenhum traço de movimento humano ou sobrenatural.
Os dias foram passando e o mistério foi aumentando, quase a causar uma histeria coletiva. As pessoas ficaram amedrontadas e já fantasiavam ideias mirabolantes, porque além das luzes acesas, começaram a avistar vultos através das janelas e alguns sons estranhos vindo do interior da casa. Todos se perguntavam se a casa estava sendo assombrada pelo fantasma de algum antepassado dos Wilcox.
Em consequência disso, as pessoas começaram a evitar o caminho da ponte, o pânico era visível nas faces já sofridas dos mais antigos e os mais jovens eram condicionados a não saírem de suas casas durante a noite.
Um dia, ao cair da noite, um forasteiro chegou ao vilarejo e ao ser indagado sobre quem era, respondeu de pronto que seu nome era J. W. Blackton. Ao ser questionado onde o homem estaria hospedado, ele sem hesitar respondeu que estava na Mansão Wilcox. O assombro foi geral e uma turba o rodeou a fim de interrogá-lo mais detalhadamente e anunciaram ao estranho de que a casa era assombrada e que ele não poderia permanecer lá, correndo o risco de que algum mal o acometesse. E diante de olhares assombrados, o estranho soltou uma alta gargalhada e disse que não correria esse risco. Ele revelou então que fazia parte de uma equipe de filmagem, cujo propósito era rodar algumas cenas de uma grande obra literária de terror. Sua função, no entanto, seria de verificar as estruturas da casa e preparar o cenário para a filmagem. Esclareceu ainda que viera só e que deveria manter o máximo sigilo e discrição sobre o seu real motivo de sua estadia, todavia, como sua missão havia terminado e já estava de retorno à metrópole, não se importava mais em manter o segredo.
Diante disso ficaram todos aliviados e falaram sobre a ansiedade de assistirem o lançamento do tal filme que poderia divulgar de alguma forma a pequena vila e expandir o comércio local. Depois da passagem desse estranho pela vila, à casa da ponte voltou ao seu silêncio e já não se viram mais luzes e nem mais vultos. Os dias foram-se passando, viraram semanas, depois meses e tudo foi esquecido.
A estação do inverno chegou e seus dias se foram com a chegada da primavera, quando uma novidade aconteceu.  Uma grande equipe cinematográfica chegou à vila, com toda a balburdia de equipamentos, pessoas, cenários diversos, todos os preparativos para uma grande filmagem. Quando alguns membros da equipe foram à taverna da vila, os moradores os rodearam e um deles explicou o que havia acontecido meses atrás. O diretor do filme sem compreender afirmou que era a primeira vez que sua equipe viera à vila e que não enviara mais ninguém anteriormente.
As perguntas eram muitas e que ficaram sem respostas. As filmagens transcorreram tudo de forma organizada, duraram algumas semanas e ao termino voltaram para a capital. Logo aconteceu o lançamento do filme e todos na vila puderam assisti-lo num telão montado na praça.
Quando a ultima cena do filme apareceu, todos vislumbraram o rosto daquele estranho que estivera na vila e o assombro foi geral.  Quem era de fato esse estranho? Qual foi a sua real intenção de sua estadia na mansão e sua aparição na vila?

Semanas depois, o banco colocou a mansão Wilcox a leilão e a propriedade foi aberta a visitação pública. O líder local e algumas das personalidades importantes da vila aventuraram-se a verificarem como estava o interior da casa. Ao adentrarem-se na grande sala de estar, avistaram um grande quadro pintado a óleo, cuja figura era imponente. O responsável pelo leilão ao perceber a curiosidade do grupo, relatou que o quadro havia sido encontrado escondido em um canto do sótão. Abaixo no quadro destacavam-se um nome e uma data: JAMES WILCOX BLACKTON, 1896. O pequeno grupo, mudo, entreolhou-se. Esse fato... o início de uma lenda!

                                                                        *********

Bem, essa foi a minha participação. Espero que vocês tenham gostado! Até a próxima.

segunda-feira, 24 de março de 2014

VAMOS BRINCAR COM A CHICA? - II

Vamos participar de uma brincadeira? É só passar lá no blog Sementes da Chica e deixar a sua marca. Aproveita também para espiar o que as amigas blogueiras escreveram!



    Minha participação:

 Até a próxima!!

sexta-feira, 21 de março de 2014

UMA IMAGEM...MUITAS INTERPRETAÇÕES

Mais uma vez - UMA IMAGEM...140 CARACTERES. Iniciativa da Silvana e da Mari. Clique AQUI para ver as mensagens das amigas e por gentileza, deixe um recadinho. Todas nós ficaremos muito felizes!!


                            

Minhas palavras:




Até a próxima!!!


quinta-feira, 20 de março de 2014

TUDO FEITO COM FELTRO

Nestes últimos dias estive me dedicando a alguns projetos em feltro, pois tenho uma paixão por esse material. É gostoso de trabalhar, fofinho, de cores deslumbrantes e a gente não cansa de olhar o resultado depois. 
Hoje venho compartilhar algumas das peças que consegui executar.

                           CAIXA DE FELTRO

Essa caixa eu me inspirei  AQUI.

Para o feltro ficar assim "durinho", eu passei uma solução de água
com cola branca e esperei secar.


                                                                Os moldes são esses.


A medida é de 6 cm por 6 cm.

A Tampa foi medida 6,5 cm por 3 cm.
Mas pode ser ampliada ou reduzida.




                                              CORUJINHA


Essa corujinha é do Blog Gingermelon. Para imprimir o molde, clique AQUI.



                                     AS DAMAS VINTAGE
Estas daminhas foram inspiradas AQUI e AQUI.



Daminha feita com base no CD, atrás fiz uma bolsinha para guardar cartõezinhos, pequenos mimos ou que desejar. Colei velcro nas extremidades para fechar a bolsinha, mas poderia ser também um lindo botão. 





Até a próxima!!